Jorge Carneiro (4º conferencista)

Clicar para visitar a página oficial do Professor Jorge Carneiro.

Jorge Carneiro é Investigador Principal no Laboratório Associado de Oeiras, coordenador do Laboratório de Biologia Quantitativa do Organismo do Instituto Gulbenkian de Ciência, e Director do Programa de Doutoramento em Biologia Computacional do mesmo instituto.

Jorge Carneiro está genericamente interessado nos mecanismos que, a múltiplos níveis, dão origem às propriedades do organismos multicelulares e na definição de princípios da organização dos sistemas biológicos. Investiga as bases de várias propriedades sistémicas, desde a imunidade ao desenvolvimento da forma corporal em metazoários, através do desenvolvimento de modelos integrativos e quantitativos que estabelecem pontes entre a dinâmica bioquímica das células individuais e os seus comportamentos colectivos responsáveis pela biologia do organismo. Desde há vários anos que se interessa pelo sistema imunitário, cujas células asseguram colectivamente a manutenção e homeostasia do corpo, prevenindo doenças autoimunes e combatendo o cancro e as infecções. Os modelos matemáticos e descrições quantitativas que desenvolveu deram origem a novas perspectivas e previsões sobre as bases moleculares e celulares do desenvolvimento tolerância ao próprio e novas interpretações sobre a etiologia das doenças autoimunes. Mais recentemente investiga a morfodinâmica das células e tecidos que ocorrem durante o desenvolvimento embrionário para gerar os padrões corporais, tendo-se interessado progressivamente pela análise automática de imagens de microscopia.

Jorge Carneiro tem uma formação multidisciplinar. Licenciou-se em Bioquímica pela Universidade do Porto em 1991, tendo começado então a interessar-se tanto pela biologia matemática e computacional como pelo sistema imunitário. Depois de estagiar no Laboratório de Imunologia com o Prof. Arala Chaves, no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, foi para o Instituto Pasteur em Paris onde preparou a sua tese em modelação integrativa do sistema imunitário, sob a orientação do Prof. John Stewart, tendo obtido o grau de doutor em Biomedicina pela Universidade do Porto em 2007. Entre 2007 e 2008 foi pós-doutorando no Grupo de Biologia Teórica e Bioinformática da Universidade de Utrecht (Holanda). Em 1998 tornou-se um investigador independente no Instituto Gulbenkian de Ciência onde fundou o Grupo de Imunologia Teórica. Integrou o Laboratório Associado de Oeiras em Junho de 2002, tornando-se investigador principal em Junho de 2005. Em 2008, dado o alargamento das linhas de investigação do seu grupo, criou o laboratório de Biologia Quantitativa do Organismo.

Assumiu desde o seu regresso a Portugal várias funções administrativas na Sociedade Portuguesa de Imunologia, tendo sido seu Vice-Presidente no triénio 2004 e 2006, ou como director adjunto do Programa de Biologia Computacional e do Colaboratório de Biologia Computacional.

(As notas biográficas são da responsabilidade da organização.)

Advertisements